Mais de 13,5 milhões de pessoas, o equivalente a 2,5 milhões de famílias ou 60% da população de Moçambique vive em habitações sem condições, afirmou o presidente do Fundo de Fomento da Habitação.

As causas do défice de habitação em Moçambique devem-se ao elevado custo de construção decorrente da importação de grande parte de materiais para o efeito, à dificuldades de acesso ao crédito bancário por parte dos cidadãos, sobretudo os de rendimentos baixo e médio, e o crescimento natural da população, que resulta na elevada procura de habitação.

De acordo com Rui Costa, Moçambique é o país com o mais elevado custo de habitação a nível da região da África Austral, facto que resulta da carência dos materiais de construção, na sua maioria importados dos mercados regionais.  

A sua ajuda faz a diferença na vida de uma família que vive sem nada!   Faça o seu Pequeno Gesto e certamente será uma Grande Ajuda!    

NIB Millennium BCP: 0033 0000 4534 2576305
http://tinyurl.com/upgpalhotas