Como Ajudar

Apadrinhe uma criança

Seja Padrinho/Madrinha de uma criança Moçambicana e dê-lhe a possibilidade de um futuro melhor!

Como Ajudar

Faça o seu donativo

Pode fazer o seu donativo através do nosso formulário, associado aos serviços da pagamento da IfThenPay

Como Ajudar

Associe-se a um projeto

Junte-se a um grupo, fora ou dentro, da sua empresa e apadrinhe de forma total ou parcial um dos nossos projetos. Comprometemos-nos a dar com regularidade toda a informação detalhada e personalizada sobre o projeto que decidir apoiar.

História da Lúcia e do Ercio

A família é constituída pelo Ercio de 18 anos que é estudante e, a mãe (Lúcia) de 40 anos e com problemas de locomoção visto ter uma deficiência nas pernas. Ambos, sempre viveram sozinhos e apoiam-se um ao outro. No entanto, vivem sem condições e num alojamento precário, pois podem ser retirados do sítio onde vivem a qualquer momento. A casa pertence à Paróquia S. João Baptista de Xai Xai.

A Lúcia é deficiente dos membros inferiores, o que dificulta a sua autonomia. O Ercio tem sido a pessoa que cuida da mãe e o seu protetor, ele ajuda-a para qualquer sítio que vão e algumas vezes faltou à escola para cuidar da mãe, situação que foi regularizada. O Ercio tem o 12º ano e gostaria de fazer o curso de Engenharia Informática ou Física direcionado à eletrónica. Começou este ano a receber Bolsa de estudo da Universidade S. Tomas Xai Xai, por intervenção do Padre da Paroquia de Xai Xai que conhece bem a situação difícil desta família. Segundo O Padre Eugénio:  “a Lucia e o Ercio, são pessoas de bom comportamento cristão e praticantes. O rapaz é um dos da direção dos acólitos  e também tem muitas qualidades humanas, cristãs e sociais, o que faz pela mãe, nunca vi na vida. Para mim, eles merecem o que se pode dar como ajuda.

A Paróquia, sob minha direção até agora, tem dado o que nos é possível. Conseguimos uma bolsa de estudo, no momento em que não tínhamos, como reconhecimento das qualidades do rapaz.” Tendo em conta a sua história familiar, o agregado familiar não possui nenhuma fonte de rendimento, apenas a ajuda do Programa de Apadrinhamento para a alimentação, educação e saúde. Há cerca de um mês, foi oferecida à Lúcia uma motorizada do conselho municipal e tem sido um instrumento muito útil para a vida desta mãe, pois agora pode ir a qualquer lugar sem a ajuda do filho. A sua locomoção hoje é mais independente.  

A Campanha deste mês tem como objectivo apoiar este tipo de famílias sem qualquer suporte, às quais é importante garantir o direito a um alojamento digno e com condições mínimas de habitabilidade!Juntos poderemos transformar Vidas!   Khamimambo!

Doar aqui!

Continue a ler sobre