Como Ajudar

Apadrinhe uma criança

Seja Padrinho/Madrinha de uma criança Moçambicana e dê-lhe a possibilidade de um futuro melhor!

Como Ajudar

Faça o seu donativo

Pode fazer o seu donativo através do nosso formulário, associado aos serviços da pagamento da IfThenPay

Como Ajudar

Associe-se a um projeto

Junte-se a um grupo, fora ou dentro, da sua empresa e apadrinhe de forma total ou parcial um dos nossos projetos. Comprometemos-nos a dar com regularidade toda a informação detalhada e personalizada sobre o projeto que decidir apoiar.

Novas Latrinas Familiares em Banhine

As últimas Latrinas Familiares dos bairros rurais de Chngoene, desta vez em Banhine, começaram hoje a ser construídas. Em 2013, a Câmara Municipal de Cascais doou €19’000 em fundos à UPG para esforços de reconstrução das áreas afectadas pelas cheias de 2013 na região do Xai-Xai.

No âmbito desta recuperação das comunidades carenciadas desenvolvida nestes dois anos, a UPG desenvolveu em 2015 um micro-programa de Saneamento Básico via Latrinas na região. No ano passado, já foram aplicados 2.400€ na construção de 17 latrinas familiares, beneficiando os afilhados UPG da comunidade de Nhancutse, no Distrito de Xai Xai. Na comunidade vizinha de Bungane foram aplicados 647€ em benefício de 6 famílias. 

Este ano estamos a estender este programa à comunidade de Banhine, em benefício de 13 famílias, sempre com fundos disponíveis da Câmara para a Reconstrução Pós-Cheias, onde serão aplicados 2’380€. Este programa de saneamento básico tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida das crianças e das suas famílias, em palhotas muito básicas e frequentemente sem saneamento, através de latrinas simples unifamiliares.

A provisão de um alojamento digno e de uma latrina concretiza o Direito à Habitação previsto na Declaração Universal dos Direitos da Criança e permite que a criança cresça e viva num ambiente saudável e seguro. A habitação promove o desenvolvimento psicossocial, sentimentos de proteção, conforto e segurança.

Nas zonas rurais, a população tem uma probabilidade quatro vezes menor de utilizar infraestruturas de saneamento melhoradas e 39% da população moçambicana não tem latrina. Desta forma, rápida e facilmente se propagam doenças que chegam até a provocar a morte, sobretudo nas crianças.

O apoio continuado da CMC – Câmara Municipal de Cascais à UPG leva higiene, saúde e dignidade a comunidades rurais no Xai-Xai!  

Doar aqui!

Continue a ler sobre