Como Ajudar

Faça o seu donativo

Seja Padrinho/Madrinha de uma criança Moçambicana e dê-lhe a possibilidade de um futuro melhor!

Como Ajudar

Apadrinhe uma criança

Junte-se a um grupo, fora ou dentro, da sua empresa e apadrinhe de forma total ou parcial um dos nosso projetos. Comprometemo-nos a dar com regularidade toda a informação detalhada e personalizada sobre o projeto que decidir apoiar.

Como Ajudar

Associe-se a um projeto

Pode fazer o seu donativo através do seu cartão de crédito, em dinheiro, transferência bancaria, deposito no balcão ou através de débito direto!

Pela Mulher Rural Moçambicana

Numa entrevista ao jornal moçambicano “Domingo” de 19 de abril de 2015, Ana Flávia Azinheira (Vice-Ministra da Juventude e Desportos) afirmou que é “alfabetizando a mulher, criando condições para que ela possa ter poder para produção, para geração dos seus próprios rendimentos” que poderemos ultrapassar alguns dos problemas socioeconómicos que continuam a afetar a mulher rural moçambicana. Entre estes destacam-se o analfabetismo, a gravidez precoce e a discriminação.  

Em Moçambique, 60% dos adultos não sabem ler nem escrever – e a maioria são mulheres. Face a este contexto, a UPG oferece cursos de alfabetização a jovens mulheres, sobretudo mães, em comunidades desfavorecidas. Além de melhorarem a educação das alunas, estas aulas de literacia e numeracia têm igualmente um forte impacto na educação dos seus filhos. A importância que as mães passam a dar à educação reflete-se no empenho das crianças na escola. Além disso, temos também projetos de geração de rendimentos que ajudam mães de famílias carenciadas a desenvolverem pequenos negócios como hortas (“machambas”) ou bancas de venda.

A UPG providencia os recursos, formação e acompanhamento. As mães começam, assim, a gerir os seus próprios negócios e tornarem-se autossuficientes. É uma forma de incentivarmos o empreendedorismo das mulheres e promovermos também o comércio local.   Com estas iniciativas, esperamos contribuir para a melhoria das condições de vida das mulheres e respetivas famílias em zonas rurais desfavorecidas.  

Doar aqui!