Como Ajudar

Apadrinhe uma criança

Seja Padrinho/Madrinha de uma criança Moçambicana e dê-lhe a possibilidade de um futuro melhor!

Como Ajudar

Faça o seu donativo

Pode fazer o seu donativo através do nosso formulário, associado aos serviços da pagamento da IfThenPay

Como Ajudar

Associe-se a um projeto

Junte-se a um grupo, fora ou dentro, da sua empresa e apadrinhe de forma total ou parcial um dos nossos projetos. Comprometemos-nos a dar com regularidade toda a informação detalhada e personalizada sobre o projeto que decidir apoiar.

Relatório Cheias Voluntárias Centro Renascer

Tendo em conta que chegámos e tivémos que enfrentar uma situação de calamidade, as nossas prioridades e objectivos foram alterados. E, tendo em conta que não havia energia da rede para puxar água do furo a nossa prioridade foi tentar resolver esta situação para os cerca de 6000 desalojados que se encontravam à nossa volta em Chinhacanine. Então começamos com as seguintes tarefas:
  1. Distribuição de água do furo, possível através de geradores cedidos pela Opway. Controlo de horários e quantidades distribuídas.
  2. Contacto regular com a comunidade, para ficar sempre um responsável junto do gerador e outro junto do furo (quase impossível) para evitar possíveis furtos.
  3. Organizar os mais necessitados, estabelecer prioridades, para permanecerem em tendas, também estas cedidas pela Opway.
  4. Apoio médico através de primeiros-socorros e distribuição de alguns medicamentos.
  5. Distribuição de leite a bébés recém nascidos
  6. Distribuição de cestas básicas a idosos e crianças, entregues em mão no Centro.
  7. Chamadas aos mais necessitados, desalojados, para irem fazer refeições ao Centro.
  8. Fazer contínuas “inspecções” ao campo de desalojados para tentar identificar as maiores carências e ver se para além do surto de malária poderia estar a existir algum surto de cólera, tentar controlar ao máximo as doenças.
  9. Organizar com os médicos sem fronteiras a colocação de latrinas para controlar o saneamento
  10. Avaliação das famílias das crianças que costumam frequentar o Centro, e distribuição também de cestas básicas às mais necessitadas.
  11. Acompanhamento das crianças frequentadoras do centro, após o período das cheias, que regressaram para funcionamento normal.

Doar aqui!

Continue a ler sobre