A Almira tem 13 anos e um sorriso lindo. Vive com a sua mãe e os seus cinco irmãos. O Pai que era militar e esperava pela sua reforma para regressar a Zambézia, trabalhava como motorista. Um dia no trajecto Chókwè, Manjangue, sofreu acidente viação e faleceu. A mãe vende tomate e verduras no mercado para sustentar os filhos.

O sonho desta família é construir uma casa no terreno que o pai lhes deixou, para que possam viver tranquilos.  A Almira faz parte do programa de Apadrinhamento da UPG em St. Luisa de Marillac. Hoje ganhou uma nova Madrinha que lhe vai dar atenção, carinho e muito amor!