Os computadores são importantes ferramentas de trabalho, mas no contexto moçambicano, e em especial no do Orfanato de Chiaquelane, esta máquina deixa de fazer tanto sentido. Há outras necessidades mais urgentes às quais é preciso acorrer. Contudo, com tantos percalços (falta de luz, falta de tempo (!), horários de difícil compatibilização, internet sempre a falhar…), não pusemos de lado a informática.

Na foto podemos ver o aluno Santos Abel a ligar o computador. Para as crianças, a oportunidade de poder tocar numa máquina “tão avançada” é uma experiência que todos gostam de repetir.