Laura Cuna é uma menina seropositiva de 13 anos, que frequenta o Centro de Dia UPG, em Manjangue, Chokwé.

Em 2018, a Laura enfrentou um período muito difícil. No dia 12 de Outubro, a Mãe da Laura, que também era seropositiva, faleceu depois de um período em que o seu estado de saúde era muito instável. A Laura que já era órfã de pai, ficou também órfã de mãe. A Laura e os seus irmãos vivem agora com a avó. Depois da partida da mãe, a Laura ficou muito triste e começou a mostrar sinais de frustração, angustia e depressão. A Laura parou de brincar com as outras crianças e começou a isolar-se.

Os parceiros no terreno da UPG conscientes da fragilidade da Laura iniciaram um plano de intervenção e todos se concentraram em não deixar a Laura sozinha e em animá-la. No final de 2018, a Laura começou a mostrar sinais de melhoramento e neste momento já fala e brinca com outras crianças e até já voltou a sorrir. A Laura está agora a preparar-se para iniciar o 5º ano na escola.  

Estamos todos muito orgulhosos da Laura e mal podemos esperar para ver a Laura a sorrir outra vez!